Ilustração

Mais uma mulher morreu vítima do marido, na noite de sexta-feira (31), em Mato Grosso. A vítima em questão foi a diretora de uma escola pública do município de Água Boa (750 km de Cuiabá), que levou golpes de faca depois que o marido suspeitou de traição. Ele se entregou logo após o crime.



De acordo com as informações da polícia, a vítima foi identificada como Patrícia Alves da Silva, de 37 anos.

Segundo a narrativa, ela havia saído na noite de sexta-feira e, ao retornar para casa, já foi surpreendida pelo marido, Leandro Pereira Fernandes, um caminhoneiro de 35 anos.

À polícia, ele contou que descobriu o caso depois que ligou no celular da esposa e ouviu a conversa dela com um suposto amante.


Durante uma discussão que se acalorou, quando ambos estavam em casa, o suspeito teria buscado uma faca no caminhão e acertado a esposa.

Quando o corpo de Patrícia foi encontrado, havia diversos golpes.

Depois do crime, ele foi até um vizinho, que é sargento da Polícia Militar, e confessou o assassinato dizendo que “fez besteira”. Ele, então, recebeu voz de prisão imediatamente.

Uma equipe de socorro foi acionada e encaminhou a vítima para o hospital da cidade, mas ela não resistiu.

O caminhoneiro acabou levado para a delegacia e, novamente, confessou o crime.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here