Um homem de 33 anos foi preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (3/10), acusado de praticar o crime de pedofilia contra uma menina de 10 anos. A informação é do jornal O Globo.




Segundo a reportagem, a ação foi desencadeada pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), depois de o acusado ter procurado a especializada para registrar queixa sobre o vazamento de um vídeo. Durante as investigações, os policiais constataram que, no registro, o homem teria seguido a criança e se “masturbado”.

De acordo com a Polícia Civil, em setembro deste ano, ele já havia procurado a DRCI para fazer a comunicação de difamação, após ter um vídeo seu vazado num grupo de uma rede social da região de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Na ocasião, o homem, que é motorista de aplicativo, alegou que a criança estava perto dele por “coincidência”.

Após receberem a denúncia, os policiais foram até o local registrado nas imagens, na Baixada Fluminense, e identificaram a menina e sua mãe, que contou uma versão diferente da dada pelo motorista. No vídeo, conforme informações divulgadas pela Polícia Civil e relatadas pelo jornal carioca, “é possível identificar claramente o homem seguir a menor até a porta de sua casa e parar para se masturbar em direção à criança”.

Os agentes informaram ainda que, em um segundo depoimento, o homem apresentou diversas contradições e não conseguiu manter a versão apresentada anteriormente sobre os fatos. Ele foi preso em seguida, detalha o jornal.

Abuso em ônibus
O jornal informa ainda que outro homem, de 28 anos, foi autuado em flagrante, na manhã desta quarta-feira, após mostrar o órgão sexual para uma jovem de 17 anos, dentro de um ônibus que circulava pelo centro de Niterói. Uma equipe da Polícia Militar o prendeu e evitou que o acusado fosse agredido por motoristas e passageiros do coletivo, que se revoltaram com a situação.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here