Familiares afirmam que gato que acompanha velório de vítimas do acidente em São Paulo é de estimação — Foto: Carlos Nogueira/Jornal A Tribuna de Santos

Um gato presente no velório de Luzia Aparecida Alencar dos Santos, de 32 anos, e da filha dela, Júlia dos Santos, de três, vítimas do acidente com um ônibus de turismo que saía de Campos do Jordão (SP) com destino a Baixada Santista, chamou a atenção de familiares e amigos que velam os corpos. Segundo parentes das vítimas, o felino era da menina e foi escondido para o velório.




Os corpos de mãe e filha vítimas do acidente que matou 10 pessoas e deixou 51 feridos na serra de Pindamonhangaba (SP) estão sendo velados na Osan, em São Vicente, no litoral paulista. Além de familiares e amigos, o felino, que também acompanhou o velório e não saiu do lado da criança em nenhum momento, atraiu os olhares.

De acordo com familiares ouvidos pelo G1, o gato era de estimação da menina Júlia, que batizou o felino com o nome de Ópera. Ele teria aproveitado que o portão da casa estava aberto quando a família saía para o velório e se escondeu embaixo do banco do carro. Durante toda a manhã, ele permaneceu em volta dos caixões e, em alguns momentos, ficou sentado em uma cadeira com os familiares.

No local, familiares também registraram o gato, em alguns momentos, saindo do interior da capela apenas para beber água em uma vala no entorno e, em seguida, voltando para o mesmo lugar onde ocorre a cerimônia. Ambas deverão ser sepultadas juntas a partir das 16h de terça-feira no Cemitério Municipal da cidade.

Outras vítimas

Também em São Vicente, os corpos do casal Doriedson Ferreira da Silva, de 46 anos, e Maria Ivonete Marcolino Ferreira da Silva, 41, são velados na funerária Osan. O sepultamento será realizado no Cemitério Municipal às 16h30.

Já em Cubatão, os corpos de Yago Mange, de 25 anos, e Camilla Rodrigues da Silva, de 23, começaram a ser velados às 22h de segunda-feira (10), na capela do Cemitério Municipal. A cerimônia aconteceu ao longo da madrugada e o sepultamento está previsto para as 11h desta terça-feira (11), no mesmo local.




No mesmo cemitério, o velório de Ivan Francisco da Silva, 43 anos, motorista do ônibus, começará às 9h e o sepultamento deverá acontecer às 14h. O corpo de Jackeline Rodrigues Fernandes, de 26 anos já está sendo velado e deverá ser sepultado às 10h desta terça-feira.

Gato 'Ópera' entra e sai de velório de dona em São Vicente (SP) — Foto: Nina Barbosa/G1

Gato ‘Ópera’ entra e sai de velório de dona em São Vicente (SP) — Foto: Nina Barbosa/G1

Acidente

O ônibus de turismo capotou próximo ao km 31,6 da rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), no trecho de serra em Pindamonhangaba (SP) sentido São Paulo, atingindo cinco carros e uma moto. Os bombeiros foram acionados para atender a ocorrência por volta das 21h30.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 10 pessoas morreram no acidente, sendo oito adultos e duas crianças, e 51 pessoas ficaram feridas. As vítimas mais graves foram levadas ao Hospital Regional de Taubaté e para a Santa Casa de Pindamonhangaba. Outras pessoas também foram atendidas no Pronto-Socorro de Campos do Jordão.

De acordo com testemunhas, o coletivo ficou desgovernado após ficar sem freio. Pelo menos 30 pessoas estavam sendo transportadas no ônibus, que voltavam de um passeio de um dia em Campos do Jordão, com destino a cidades da Baixada Santista.

A Prefeitura de Praia Grande informou que a empresa e o ônibus estão regulares. A última vistoria no veículo ocorreu recentemente, segundo a empresa Brasil Santana, responsável pelo ônibus. Procurada pelo G1, a viação emitiu uma nota de pesar sobre o ocorrido:

“A Empresa Brasil Santana transporte, através de seu advogado Dr. Marcelo Cruz, apresenta nota pública de profundo pesar, colocando-se, neste momento, independentemente de análise de responsabilidade jurídica, à disposição dos familiares. Ressaltando, por fim, registramos que este é um momento de dor a todos, inclusive do representante legal, que como um pai de família, lamenta o ocorrido”.

O ônibus foi levado para o pátio da Polícia Civil de Pindamonhangaba na segunda-feira (10) e será submetido à perícia. Segundo a polícia, a análise pretende detectar eventual falha mecânica que possa explicar o acidente. O motorista do fretado morreu e testemunhas relataram que o coletivo desceu a serra desenfreado.

De acordo com o delegado Seccional, José Antônio Gonçalves, análise vai focar nos sistemas e peças do veículos, entre eles o sistema de freios. A expectativa é que o resultado da perícia, feita pelo Polícia Científica, seja entregue até a próxima sexta-feira (14).




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here