Mayvan Oliveira foi morta pelo companheiro em Icém (SP) — Foto: Reprodução/ Facebook

O homem que confessou ter matado a companheira em Icém (SP) neste fim de semana passou por vários bares da cidade após o crime e, segundo a polícia, ele mesmo ligou para os familiares da vítima para contar o que aconteceu.




“Tivemos as informações passadas pelo acusado aos familiares da vítima que ele tinha praticado o feminicídio. Pelo que constatamos, eles se desentenderam, ele a esganou, depois em uma frieza total ficou pelo município tomando cerveja nos bares. Embriagado à tarde, ele se arrependeu e comunicou”, afirma o delegado Onório Nascimento.

Mayvan Oliveira foi encontrada na cama, já sem vida. A mulher de 32 anos e o suspeito moravam juntos na região central de Icém. Segundo informações da Polícia Civil, o homem de 35 anos matou a vítima pela manhã.

“Os envolvidos tinham relacionamento conturbado ultimamente. Foi apurado que o relacionamento tinha ciúmes”, diz o delegado.

O empresário Danilo Teixeira foi preso quando tentava fugir por uma rodovia até Barretos (SP). Ele confessou o crime quando foi abordado pela polícia. Ele passou por uma audiência de custódia no fórum de São José do Rio Preto (SP) e foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória.

“Como ele percebeu que a polícia começou a procurá-lo, ele fugiu. Ele de imediato assumiu o que tinha feito. Uma arma foi apreendida com ele, que disse que iria se matar”, afirma.




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here