© Youtube/ Comité de Investigação da Federação Russa

Uma mulher tentou vender a filha recém-nascida, com apenas 9 dias, a uma desconhecida que encontrou online em troca de 3 mil rublos (190 reais). Num vídeo compartilhado pelas autoridades russas, é possível ver Inna Petrova, de 25 anos, segurando a bebê no colo, antes de a entregar para os braços da outra mulher.


A troca foi feita no aeroporto de Omsk, na Rússia. Inna ainda volta atrás para beijar a filha pela última vez e Natalia, que viajou de São Petersburgo para recolher a criança, pretendia viajar com a recém-nascida usando uma certidão de nascimento falsa, onde constava que o bebê era seu.

Inna admitiu mais tarde às autoridades que estava arrependida de ter entregue a filha e que gostaria de poder voltar atrás.

Natalia, uma professora de 43 anos, pagou a Inna 3 mil rublos (190 reais). A justificativa da mulher, que já estava criando outra filha adotiva, era estar a lidando com uma síndrome de ninho vazio depois do filho adulto ter saído de casa.

Os agentes da polícia foram bater à porta de Natalie uma semana depois da troca ter sido efetuada.

A criança deve agora ser entregue a um orfanato e ambas as mulheres foram detidas e postas em prisão domiciliar enquanto aguardam julgamento por tráfico infantil. A pena de prisão nestes casos pode chegar a 10 anos.




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here