Em menos de um ano, moeda Gavião se consolida no comércio local; sucesso é comemorado pela CDL

0
68


A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) informou que o 3º lote de cédulas da moeda social Gavião já está em circulação no comércio de Umarizal. Segundo a entidade, o projeto segue superando as expectativas e fomentando a economia local.


A implementação da moeda aconteceu em abril. Na época, cerca de 15 mil cédulas de diferentes valores já circulavam no município. Hoje já são mais de 20 mil, o que comprova o sucesso da iniciativa.


De acordo com a coordenadora de projetos da CDL, Ana Paula, o projeto tem conseguido envolver todas as classes consumidoras do comércio local. “A nossa avaliação é positiva, pois os consumidores abraçaram a moeda gavião. Hoje, os consumidores cobram dos comércios a moeda gavião”, destacou.


O programa funciona da seguinte forma: nas compras a partir de R$ 50, o cliente ganha G$ 0,50 (cinquenta centavos de Gavião). Com R$ 100,00 ganha G$ 1,00 (um gavião) e assim sucessivamente. Há ainda cédulas de G$ 2,00, G$ 5,00 e G$ 10,00. A meta é chegar a 45 mil notas de Gavião em circulação e aumentar as vendas na cidade em 15%.


Um das dificuldades encontradas pela CDL no início da implementação da moeda foi justamente com a relação à circulação. Acreditando que o projeto não teria sequência, muitos consumidores começaram a guardar as notas, como explica Ana Paula. “No início os consumidores guardavam a moeda. Eles achavam que logo, logo poderia parar de circular e cada um queria ficar com a sua moeda guardada de recordação. Agora, todos entenderam que realmente a moeda precisa circular e já conseguimos perceber uma boa circulação da moeda no comércio local”, conta.


A coordenadora de projetos acrescenta que a moeda Gavião veio pra ficar, porém, nos formato atual, quem vai decidir são os próprios comerciantes. “No formato atual (ganhe de volta), quem de fato vai definir isto será o comércio local. Ao completar um ano será feita uma avaliação e as empresas parceiras irão definir se esta parceria continua ou não”, detalhou.


Denominado UZLFIDELIZE, o projeto da moeda Gavião é considerado revolucionário e histórico pela diretoria da CDL. “Estamos na era do cash Bank, ou seja, você ganha dinheiro de volta para comprar aonde quiser. É isso que o projeto UZLFIDELIZE propõe. A diretoria da CDL está muito satisfeita com esse projeto, o maior já ofertado pela entidade ao comércio local. A moeda incentiva compras à vista, e isto é um fator relevante, por isso acreditamos que a parceria com os comerciantes continuará”, acrescenta Ana Paula.


A diretoria da CDL já está planejando os próximos passos do programa. Um novo formato, além do atual também está em discussão entre os membros da câmara. “A ideia é que a moeda continue circulando no nosso comércio. No momento oportuno esse formato poderá ser apresentado”, finalizou Ana Paula.