Caso foi registrado na Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Uma mulher tentou escapar da polícia pela janela do banheiro da UPA da Cidade da Esperança, na Zona Oeste de Natal, e, ao ser levada para a delegacia, conseguiu tirar as algemas e se esconder na copa do prédio. Isso aconteceu depois que ela foi espancada junto com um comparsa após tentar roubar uma televisão de um hotel.




Segundo a polícia, a história começou por volta das 3h30 desta quarta-feira (4), quando o casal chegou ao hotel no bairro da Cidade da Esperança. Os dois pediram um quarto e conseguiram a reserva apresentando os documentos do homem.

Depois que subiram até o cômodo, a recepcionista informou que precisaria também do documento da mulher, para o registro no estabelecimento. A suspeita voltou à recepção e informou que só estava com o RG da irmã.

Foi aí que a funcionária os informou que não poderiam ficar, diante da ausência da identificação da suposta hóspede. A dupla voltou até o quarto dizendo que ia buscar os pertences. Nesse momento, a mulher colocou dentro de uma mochila a televisão que estava no aposento.

Na saída, o homem sacou uma faca e ameaçou a recepcionista, pedindo a mochila do marido dela, que também estava no local. O marido e o assaltante entraram em luta corporal e a ladra tentou atacar a funcionária com uma faca e uma tesoura.

Ainda de acordo com a polícia, a recepcionista fugiu e conseguiu pedir ajuda a um grupo de homens que bebiam em um bar próximo ao hotel. Eles foram até lá e espancaram o casal de assaltantes. Em seguida a Polícia Militar foi acionada e levou os dois para o hospital, ele para o Monsenhor Walfredo Gurgel e ela para a Unidade de Pronto Atendimento da Cidade da Esperança.

Tentativas de fuga

Ao chegar na UPA, a mulher pediu aos PMs para ir ao banheiro. Notando a demora da suspeita, os policiais entraram no banheiro da unidade de saúde e a encontraram tentando pular a janela. Depois disso, a assaltante foi conduzida à Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal.

Por lá, foi algemada e colocada em uma sala, para ser ouvida em seguida. Porém ela conseguiu se desvencilhar das algemas e se esconder atrás de uma porta na copa da DP, para tentar fugir mais uma vez. O delegado a encontrou e a mulher permanece presa. O homem continua internado no Hospital Walfredo Gurgel.




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here