Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Umarizal

Vereadores aprovaram nesta última quinta-feira, 27, em sessão extraordinária convocada pelo presidente da casa, Marcos Antônio de Néo o Projeto de Lei (PL) nº 011/2018 que define a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o próximo ano. O orçamento total do município para 2019 está estimado em R$ 36.624.475,00, um acréscimo de aproximadamente R$ 3.000.000,00 em relação ao orçamento do ano passado.

“Esse acréscimo é referente a obras que o município conseguiu através de emendas junto aos deputados federais e senadores, como por exemplo a primeira etapa do estádio orçado em mais de R$ 1.800.000,00 reais, valor já empenhado pelo Ministério do Esporte. Há ainda 400 mil para praça de eventos na entrada da cidade e o restante para compra de ambulâncias”, explanou o vereador Maykon Nunes.

A secretaria municipal com maior valor estimado é a da Saúde. A pasta poderá trabalhar em 2018 com orçamento de até R$ 6.437.042,00. Educação também tem orçamento elevado: são 3.872.500,00, além de R$ 5.770.000,00 para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). “É um valor planejado, que está dentro do PPA [Plano Plurianual] aprovado por esta casa, dentro da LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias] que a gente também aprovou este ano”, pontuou Maykon Nunes.

O vereador Bazoca elogiou o orçamento. Para o parlamentar, os valores elaborados pela contabilidade da prefeitura junto aos técnicos das secretarias municipais da gestão são suficientes para a prefeita Elijane Paiva trabalhar com tranquilidade ano que vem. “Números que dá para o município trabalhar perfeitamente, sem atropelamento, sem margem nenhuma. Diante dos números para mim o orçamento ficou muito bom”, disse.

Apesar de criticar o pouco tempo para apreciação da peça orçamentaria e lamentar a ausência de um técnico da prefeitura para expor o orçamento, ela aprovou o projeto. “Tivemos um tempo curto, então não deu para analisar de forma mais rígida, mas é verdade que é um espelho projeto do ano passado, quase praticamente não muda valores então não há o que se discutir”, reforçou.

O vereador Jatão da Rádio aproveitou o momento para esclarecer a população que o orçamento nada mais é que uma estimativa do que o município poderá gastar com cada secretaria em 2019. “Muita se pergunta: se tem esse R$ 36 milhões, porque prefeito não faz isso, nem aquilo. Porém precisamos deixar claro que esse valor é uma estimativa. Gostaria que o município tivesse sim em mãos esse valor, mas não está a nosso critério”.

O projeto foi aprovado por unanimidade em dois turnos. A Câmara Municipal deve voltar aos trabalhos agora em março de 2019.

Edição: Léo Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here