© Reprodução

A blogueira baiana Juliana Feroldi, de 35 anos, denunciou nas redes sociais as agressões que sofreu do marido, em 2017. Os vídeos foram publicados no Instagram entre a segunda-feira (5) e esta terça (6).



Imagens de câmeras de segurança mostram os momentos em que Juliana é atingida com tapas e chutes pelo companheiro, o empresário Francisco Peltier. O caso está na Justiça.

Segundo destaca o G1, as imagens são de novembro do ano passado. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) confirmou que Juliana tem medida protetiva desde então.

Juliana afirma que, no dia 28 de outubro deste ano, teria sido agredida novamente, após tentar reatar o relacionamento. O episódio teria motivado a publicação dos vídeos das agressões anteriores.

O TJ-BA informou em nota que o processo corre em segredo judicial.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma vez, duas vezes, três vezes… me perguntaram porque separei? Um cara apaixonado, rico, presente. E eu nunca contei, guardei essa dor pra mim, PRA MIM E PARA MEU FILHO que presenciou tudo. Na época, eu separei, registrei uma ocorrência Lei Maria da Penha e segui a vida. Depois de tudo que vivi nesse vídeo e das agressões psicológicas vividas por 10 anos convivendo com um alcoólatra que se transforma após ingerir álcool, eu ainda voltei novamente para essa relação doentia e aconteceu novamente. Essa história que a mulher sabia edifica seu lar é mi mi mi. A MULHER SABIA: denúncia! Vamos dar um basta! Quem bate uma vez, bate duas, três…

Uma publicação compartilhada por JULIANA FEROLDI (@julianaferoldi) em

Já o advogado de Francisco Peltier, Fernando Santana, afirmou que não comenta o teor da defesa sobre as primeiras agressões em respeito ao cliente, que não entende o porquê da divulgação dos vídeos nesta semana e que não tem conhecimento sobre a nova denúncia da blogueira.

“Para mim foi uma surpresa extraordinária, porque as imagens que eu vi divulgadas hoje são rigorosamente imagens antigas, velhas, de um ano, que ela própria já tinha divulgado pelas redes sociais. E, imagens essas que já compõem um processo judicial que está em tramitação e que a outra parte já se defendeu. Nada de novo, portanto, que justificasse essa divulgação e esse espalha fato que se tem feito em torno desse fato. Agora, se tivesse havido alguma agressão [nova], estranho ela não tivesse procurado a polícia e não tivesse feito o corpo de delito. Não é nada disso do meu conhecimento”, contou o advogado.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Esse é o segundo momento da agressão, segundo que as câmeras pegam, pq eu apanhei bem mais e tiveram locais que não tem a filmagem. Nesse momento, ele após me bater, entrou na casa e começou agredir meu filho ( exatamente o que eu disse: agredir meu filho ) e eu não consegui entrar em casa para defender meu próprio filho, pois já tinha apanhado tanto que resolvi chamar a polícia. Tive o azar dele escutar eu ligando, veio pela porta da cozinha e quebrou o telefone na minha cabeça, começou me sufocar. Vini partiu p cima dele e Lu ( secretária ) aqui de casa. Aí ele me soltou e desceu pleno no elevador. Para o destino que ele mais gosta na vida. Vejam no vídeo 2 se ele sabia ou não sabia o que estava fazendo

Uma publicação compartilhada por JULIANA FEROLDI (@julianaferoldi) em




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here