A prefeita Elijane Paiva quer implementar a partir deste ano na Rede Municipal de Ensino um modelo educacional baseado no Tempo Integral. A primeira escola a receber a experiência será a Escola Municipal Padre José Sauer no bairro Caraíbas. Caso a iniciativa tenha êxito, a ideia é levar o projeto para outras unidades educacionais.

“Isso é um começo e com certeza irá render bons frutos. Foi uma preocupação da gestora Elijane, a princípio, com o bairro Caraíbas. Eu fiquei muito feliz e estou abraçando essa causa”, comentou a diretora da José Sauer, Erivanda Costa.

A diretora confirmou que a escola está passando por reformas para adequação do espaço às necessidades do novo modelo de ensino, uma vez que os alunos deverão ficar manhã e tarde na unidade.

“A escola está passando por uma reforma para que tenha um espaço onde as crianças tenham um suporte para brincar. Está sendo feita a murada da escola, pois a antiga era pequena e o espaço também na frente da escola não dava para as crianças. Quando chegava a hora do intervalo as crianças iam para o meio da rua e isso nos dava muita preocupação, então tiramos a balaustrada da frente aumentando o espaço e muramos para que a criança permaneça dentro da escola. Teremos bons profissionais e muitos momentos de lazer”, disse.

De acordo com Erivanda, os alunos entrarão na escola as 7h. Às 8h será servido um lanche e as 11h será horário de banho para o almoço. Os estudantes terão ainda hora de descanso em uma sala com ar condicionado “repousando ou assistindo um vídeo”, para em seguida dar participarem das atividades da tarde. “Vai ter dança, teatro e reforço de matemática e de português, conteúdos estudados pela manhã. Os estudantes também farão a tarde os deveres que seriam para casa que é uma das maiores dificuldade que os professores enfrentavam”.

A José Sauer deverá atender este ano cerca de 45 crianças. A escola oferece ensino de 1º ao 5º ano, atendendo alunos na faixa dos 6 aos 11 anos. “Acredito que com o projeto dando certo, mais pais de crianças do bairro Caraíbas e de outros bairros próximos também abracem esse ideia e tragam seus filhos”, avalia Erivanda.

Maior tempo na escola.

O secretário municipal de Educação, Bruno Bezerra visitou esta tarde a escola para conferir o andamento das obras. Ele confirmou que a ideia do novo modelo de ensino municipal é uma ideia da prefeita Elijane e que há a possibilidade de ser levado para outras unidades educacionais.

“Essa é a primeira experiência que a gente vai desenvolver. Não vou chamar de escola integral, mas a gente vai oferecer atividades diversificadas de forma que o aluno passe a maioria do seu tempo dentro da escola”, explicou Bruno.

A José Sauer foi a primeira escolhida, segundo o secretário por uma série de condicionalidades.  “Principalmente por ser um bairro vulnerável, a gente viu a necessidade de fazer esse trabalho lá. Foi uma ideia da prefeita Elijane e que a gente abraçou e vamos desenvolver. Tenho certeza as expectativas são boas para esse trabalho”, acredita o gestor.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here