Reprodução Facebook
Alunas e alunos do Collegium Sapiens, em São Carlos, município a 230 km de São Paulo, fizeram uma manifestação contra a proibição dada pela instituição de meninas não usarem shorts, isso porque poderia “desviar o olhar dos professores”. O colégio ainda não se pronunciou sobre o caso.




“A minha irmã estuda em uma escola onde as minas não podem usar shorts acima do joelho e os minos não tem restrições nem medidas (sic)”, escreveu em uma publicação no Facebook Heloisa Aidar Pripas.
Segundo a jovem, “a desculpa não oficial que alguns profissionais oficiais da escola deram é que o uso do shorts pode desviar a atenção dos minos ou professores (sic)”. Para Heloisa, a postura do colégio “só reforça a ideia de que a mulher é culpada pelo assédio”, intensificando o pensamento de que “mulher deve ser bela, recatada e do lar”.Ao final da publicação, a jovem diz que as alunas, juntamente com os alunos, fizeram uma manifestação contestando a “ideia retrógrada, conservadora e reacionária”.

“É o machismo velado e arraigado que envenena nossa sociedade. Nós não nos calaremos nunca mais”, diz. “Ensinam os alunos que eles não têm o direito de desrespeitar uma mulher ou julgá-la pelo que está vestindo.”

Procurado pela reportagem do R7, o Collegium Sapiens ainda não se pronunciou.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here