Transmissão nada comum deixa especialistas intrigados com o caso de um francês que contraiu amebíase. O fato chegou a ser publicado no periódico BMJ Case Reports.



O parasita se alojou no corpo do homem que não tinha saído da França, sendo que essa doença é originária de países tropicais. Normalmente o contagio se dá por meio de alimentos ou água contaminada por fezes humanas. O que aconteceu foi que a esposa dele viajou para Índia, Birmânia, Vietnã e Laos onde há pouco saneamento básico, só que ela não chegou a apresentar sintomas.

Especialistas concluíram que o homem de 67 anos foi infectado pelo parasita durante a relação sexual, uma transmissão nada comum. Por meio do sexo anal ou o contato da boca com essa região pode sim ser a responsável pelo contagio.

A falta de higiene faz com que a doença se prolifere. Recomenda-se sempre lavar as mãos após o ato sexual, ou mexer na região do ânus.Os sintomas da amebíase são diarreia, gases, fezes com muco e sangue, infecções intestinais, além de pus no fígado.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here