Foto: Reprodução

Um vídeo que mostra a indignação de uma professora umarizalense com o descaso do Governo do Estado com a educação, tem repercutido nas redes sociais em todo Rio Grande do Norte. Rose Lotte, professora de Artes da Escola Estadual 11 de Agosto, aproveitou a participação numa capacitação em Natal, ao lado de outros educadores, e levou um vídeo produzido por ela e outros colegas expondo a situação de abandono da 11 de Agosto. Ciente do vídeo a secretária estadual de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa atribuiu a responsabilidade pelo estado da escola aos professores e gestores, como contou a professora Rose ao O Umarizalense.

“A gente levou o vídeo que foi produzido e no primeiro dia da capacitação, a secretária já estava sabendo desse vídeo e na abertura da capacitação ela citou a Escola 11 de Agosto e colocou a culpa na gente da escola pela escola estar nas condições que está. Ainda convidou a gente a se retirar se a gente não quisesse estar, pois teriam outras pessoas que queriam e que a gente fosse ser feliz em outro lugar. Foi nesse momento que Interferi na fala dela. Fiz uma intervenção rebatendo”, explicou Rose.

No vídeo (ver no final) a professora aparece de pé no auditório onde acontecia a capacitação respondendo ao comentaria da secretária.  Rose cobra do Governo do Estado uma reforma na escola 11 de Agosto que a partir do dia 06 de março é obrigada a iniciar o ano letivo com a implementação do Ensino Médio Integral, programa que propõe uma jornada ampliada de estudos, ou seja, os alunos entram pela manhã e só saem à tarde da escola. O problema, segundo Rose, é que a escola não tem a estrutura necessária para trabalhar com tempo único (integral).

“Quem está dentro da sala de aula, quem estar nessas condições é que sabe realmente a realidade […] a gente é a favor do tempo integral, acha lindo e queremos. É um sonho. Só que a gente precisa que a escola seja adequada, porque dia 06 não tem condições, se a escola não tem um banheiro”, diz Rose no vídeo.

A professora é aplaudida pelos demais educadores no auditório e a secretária encerra sua fala no evento. Somente em uma publicação no Facebook, o vídeo já alcançou mais de 1,7 mil visualizações e mais de 40 compartilhamentos (até a publicação desta matéria).

Rose contou ao O Umarizalense que após a repercussão da gravação representantes da secretária já procuraram a gestão da escola 11 de Agosto. “Vieram conversar comigo e com os outros professores e ficaram de marcar para rever esse posicionamento da secretária e para ver como se poderia ser feita uma reforma ou alguma melhoria para o início das aulas”.

O vídeo abaixo foi produzido por Rose e outros professores e evidencia a situação precária da escola. Além de paredes caindo e o teto da quadra desabando, há problemas nas instalações elétricas e com cupins, sem falar na falta de professores.

11fit