Foto: Escola Municipal Tancredo Neves atende a mais de 400 alunos, a maioria matriculado no turno da manhã - Foto: Léo Silva

O funcionamento da Escola Municipal Tancredo Neves no turno vespertino está mantido, pelo menos por enquanto, segundo informou ao O Umarizalense, a diretora Leandra Moura. Em entrevista nesta segunda-feira, 17, a gestora explicou por que há a possibilidade do horário da tarde ser fechado. A queda da quantidade de alunos é um dos principais motivos.

“Ainda na gestão de Néo como prefeito, nós tínhamos aqui quase mil alunos. Em 2016 o ano encerrou com 434 e 2017 iniciamos com 417. Sobre o turno vespertino, as gestões anteriores acomodaram o ginásio todo pela manhã, deixando a carência do turno vespertino. Bom seria se pela manhã funcionasse só o primário e a tarde funcionasse o ginásio”, explica Leandra.

Alunos assistem aula em salas recém-pintadas e com janelas novas – Foto: Léo SIlva

Com ginásio funcionando pela manhã, o turno da tarde ficou vago e o matutino superlotou, segundo a diretora. “Estamos com turmas com 38 alunos, quando a grade exige 35 alunos por turma”, detalha Leandra.

Para reverter a situação, a diretora diz que uma das estratégias adotadas pela coordenação da escola, em conjunto com a Secretaria de Educação e a gestão da prefeita Elijane, é a reestruturação da escola, com investimentos em reformas e no aperfeiçoamento do ensino. “A nossa meta é mostrar que somos bons. Mostrar que a gente oferece um trabalho igual ou até melhor que o de escolas do Estado que estão com suas salas superlotadas e que não tem professores em todas as suas salas”, ressalta Leandra.

Diretora Leandra ao lado de outros educadores da Tancredo Neves – Foto: Léo Silva

“Estrutura física nós temos e de boa qualidade. Ótimos professores também. Então nossa estratégia para atrair os alunos de volta é mostrar trabalho, mostrar que oferecemos o melhor”, acrescenta a gestora.

Visita

Prefeita Elijane ao lado da secretária de Educação Eva Dias em visita a escola na manhã desta terça-feira, 18. – Foto: Léo Silva

Na manhã desta terça-feira, 18, a prefeita Elijane Paiva ao lado da secretária de Educação, Eva Dias visitaram a escola. Elas vistoriaram as reformas em andamento – como a pintura do prédio e os serviços de limpeza –, e conversaram com funcionários, professores e alunos sobre a qualidade da merenda, da água e das aulas.

“Nós precisamos melhorar a nossa educação como um todo […] Temos quatro anos para trabalhar. Não podemos fazer milagre nesses primeiros meses, mas não vamos medir esforços para que a educação do município tenha uma melhora significativa”, afirma Elijane.