Foto: Thinkstock

Se você está querendo fazer tratamento estético essa  época do ano é ideal! Com o friozinho e a diminuição da incidência dos raios solares fica mais fácil garantir a eficácia dos métodos, que ficam comprometidos com queimaduras solares.  O tratamento contra varizes é dos que você pode fazer agora no outono.

Segundo Solange Meyge Evangelista, angiologista e cirurgiã vascular membro da diretoria do Departamento de Doenças Venosas da SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular), é um dos mais comuns: 45% das mulheres no Brasil sofrem com varizes. Quando não tratado, elas podem provocar dor, inchaço, sensação de peso nas pernas, queimação no fim do dia, manchas e até feridas.

Veja mitos e verdades sobre as varizes!

Todas as grávidas apresentam varizes. Mito

Mito: a probabilidade de aparecer na gravidez é maior, assim como de agravar varizes já existentes, mas não é com toda mulher que isso ocorre. Durante a gestação, os hormônios ficam mais agitados, o que provoca dilatação das veias. Além disso, há aumento do fluxo sanguíneo nas veias abdominais. Por isso, recomenda-se o uso de meias elásticas de compressão para prevenir o problema.

Se meus pais têm varizes, necessariamente eu também terei. Mito

As chances são maiores, mas não é uma regra.

Pode-se realizar tratamento de varizes durante a gravidez. Mito

Não se pode fazer tratamento contra varizes durante a gravidez. Espere o fim do período de amamentação para iniciar o tratamento.

Exercícios físicos de alto impacto como corrida podem provocar varizes. Mito

Atividades físicas propiciam uma melhor circulação sanguínea e, consequentemente, ajudam a prevenir as varizes. No entanto, pessoas que possuem o problema em estágio avançado devem consultar o angiologista.



Salto alto provoca varizes. Parcialmente verdade.

Quem usa salto alto com frequência tem mais chances de sofrer com as varizes. Isso porque esse tipo de calçado faz com que a panturrilha fique contraída, dificultando a circulação sanguínea.

Mulheres estão mais propensas a varizes. Verdade

Os hormônios possuem grande influência no aparecimento das varizes. Segundo estimativas da SBACV, 30% de homens e 45% das mulheres sofrem com o problema.

Apenas idosos têm varizes. Mito

As varizes surgem com mais frequência a partir dos 30 anos.

Não é possível prevenir as varizes. Verdade

Algumas medidas podem suavizar os sintomas e diminuir a progressão das varizes para formas mais avançadas, mas não evitar a doença. Dicas de prevenção incluem usar meias de compressão elástica para trabalhar se permanecer por longo tempo de pé ou sentado, colocar os pés para cima para melhorar o retorno venoso ao chegar em casa e praticar exercícios físicos regularmente.

Quem tem varizes tem maior risco para o desenvolvimento de trombose. Verdade

A doença venosa faz com que o sangue pare de circular, o que aumenta o risco de formação de coágulos, que podem migrar até os pulmões provocando uma embolia pulmonar, que pode ser fatal.

As varizes finas somem com o tempo. Mito

As mais finas, chamadas telangiectasias, devem ser tratadas com escleroterapia ou espuma.

Para tratar varizes calibrosas só existe a cirurgia. Mito



Várias técnicas podem tratar varizes de maior calibre. A escleroterapia com espuma, por exemplo, é realizada com o auxílio do ultrassom e consiste na introdução de um produto em forma de espuma na veia a ser tratada. Não há necessidade de internação, cortes ou afastamento do trabalho. Outra opção é o endolaser, que é a introdução de uma fibra ótica do laser por meio de uma agulha na veia acometida, que a cauteriza internamente.

Qualquer médico pode fazer o tratamento das varizes. Mito

O especialista no assunto é o angiologista ou o cirurgião vascular. Eles saberão diagnosticar e indicar, com segurança, o melhor tratamento para cada caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here