Michel Temer: o PMDB havia decidido fechar questão em relação à votação da denúncia (Ueslei Marcelino/Reuters)

PMDB decidiu suspender por 60 dias os seis deputados que votaram pela aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer, informou em nota nesta quinta-feira a direção do partido.

O PMDB decidiu fechar questão em relação à votação da denúncia, um fato raro no partido. Com a decisão, os parlamentares que votassem pela denúncia poderiam sofrer sanções partidárias.



Entre os seis que votaram contra Temer estão o autor do relatório pela aceitação da denúncia, derrotado na Comissão de Constituição e Justiça, Sérgio Zveiter (RJ), Celso Pansera (RJ), o ex-ministro do governo Dilma Rousseff, e Jarbas Vasconcelos (PE).

Ainda foram favoráveis à denúncia Laura Carneiro (RJ), Veneziano Vital do Rêgo (PB) e Vítor Valim (CE).

Na nota, o partido informa que os seis parlamentares já foram comunicados da decisão, assim como o Conselho de Ética do partido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here