Petrobras aumenta preço do gás de botijão

De acordo com a estatal, se o repasse for integral, o preço do produto na revenda subirá 3,1%

620
© Pedro Ventura/ Agência Brasília

Dezoito meses após o último reajuste, a Petrobras anunciou nesta sexta (17) aumento no preço do gás de botijão. A alta será de 9,8% e começa a vigorar na próxima terça-feira (21).

De acordo com a estatal, se o repasse for integral, o preço do produto na revenda subirá 3,1%, ou R$ 1,76 por botijão.

O reajuste vale apenas para o gás vendido em botijões de 13 quilos, mais usados por residências. Outros vasilhames maiores e o gás vendido a granel não terão mudança de preços.

O último reajuste realizado pela Petrobras ocorreu em 1º de setembro de 2015. Na ocasião, a alta foi de 11%.

O preço do gás de botijão permaneceu congelado entre 2002 e 2015, como parte de uma política para controlar a inflação.

“Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, disse a estatal. Com informações da Folhapress.