Foto: Reprodução/ Record TV

Carlos Roberto Passione é suspeito de sedar o filho de cinco anos para matar a facadas a mulher, Jamile Naiara Araújo (foto). Ela achada foi morta dentro do quarto do casal, em Campinas (SP).

Jamile foi encontrada em cima da cama, com seis perfurações entre o pescoço e a barriga. O casal morava no mesmo sobrado que os pais do suspeito, mas ninguém teria escutado qualquer ruído ou pedido de socorro.

Como a investigação indica que não houve tentativa de reação de Jamile, existe a hipótese de que a vítima e a criança tenham sido sedadas com algum tipo de sonífero.

Apesar de o menino tenha sido encontrado em uma cama de solteiro ao lado do corpo da mãe, a polícia diz que ele não presenciou o crime.

Carlos estava desempregado havia cerca de seis meses, e Jamile era a responsável por manter a casa financeiramente. Uma suposta traição teria sido a motivação para o crime.

Depois de cometer o crime, o suspeito teria pego o carro do pai e fugido. Ele teria contado detalhes de como matou a mulher para um irmão, responsável por acionar a polícia. O suspeito diz que vai se entregar assim que passar o período de flagrante.



Segundo familiares, o casal tinha constantes brigas por causa do ciúmes de Carlos. Jamile teria pedido a separação, mas o suspeito não aceitou o fim do relacionamento.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito teria ligado a TV em um volume alto e por isso ninguém escutou nada no momento do crime. Além disso, a criança estaria dormindo. A arma do crime e o suspeito não foram encontrados.