A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta sexta-feira (10) os trabalhadores com direito ao saque das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Nesta primeira etapa, podem receber os nascidos em janeiro e fevereiro – o pagamento prossegue até 31 de julho.

O banco orienta que os beneficiários evitem sair com grandes quantias em dinheiro das agências. O mais seguro é transferir o dinheiro para uma conta bancária.

Clientes com caderneta de poupança da Caixa receberão automaticamente o dinheiro do FGTS em suas contas. Se o beneficiário tiver conta corrente ou conta conjunta na Caixa, pode pedir a transferência no site da instituição.

Já os clientes de outros bancos podem pedir a transferência –por DOC ou TED – nos caixas do banco – a opção TED não funciona aos sábados.  Clientes da Caixa que vão sacar o FGTS em lotéricas podem lá mesmo depositar o dinheiro na conta do banco.

A partir desta sexta, o pagamento das contas inativas estará disponível para 4,8 milhões de beneficiários nascidos em janeiro e fevereiro. Desse total, 1,65 milhão de pessoas receberão automaticamente em suas contas da Caixa. Outros 1,2 milhão poderão sacar com o Cartão do Cidadão no autoatendimento da Caixa, lotéricas e correspondentes. Os demais terão de sacar nas agências da Caixa.

Para dar conta do atendimento, as agências da Caixa vão abrir duas horas mais cedo por três dias: sexta, segunda e terça-feira. Também haverá atendimento no sábado (11), das 9h às 15h.



Pelas estimativas da Caixa, 30,2 milhões de trabalhadores têm direito ao saque de 43,6 bilhões de reais de 49,6 milhões de contas inativas.

Dicas de segurança

O especialista em segurança do Grupo GR, Marcos Roberto Araújo, diz que as pessoas que forem sacar no banco devem evitar sair a pé ou de ônibus. “Prefira usar um carro ou pegar um táxi.”

Ele diz que as pessoas também não devem sair com notas e moedas no bolso, o que chama a atenção. “Também não saia do banco carregando um envelope contendo dinheiro.”

Outra dica é recorrer a transferências bancárias para não ter de sair com dinheiro do banco. “Evite contar o dinheiro em locais públicos ou muito visíveis.”

Veja outras dicas:

  • Aproveite o tempo da fila para observar as pessoas ao seu redor
  • Se desloque ao banco sempre acompanhado e evite fazer comentários com pessoas estranhas
  • Se perceber que está sendo observado por alguém dentro da agência, fale com algum funcionário do banco ou com os seguranças.
  • Após a saída do banco, procure ser discreto.
  • Caso perceba que está sendo seguido por alguém, entre em alguma loja movimentada e ligue para a polícia, através do número 190.