Efeito pós-sexo dura pelo menos 24 horas, dizem pesquisadores. (Foto: CDC/Amanda Mills)

Ter uma vida sexual saudável em casa aumenta a satisfação e o empenho no trabalho, diz um estudo feito por universidades dos Estados Unidos divulgado nesta semana.

Os cientistas analisaram o trabalho e os hábitos sexuais de 159 funcionários casados – sexos feminino e masculino – durante duas semanas. Eles responderam duas pesquisas por dia. A equipe descobriu que os empregados que tiveram uma relação sexual apresentaram melhor humor no dia seguinte, e que isso levou a um trabalho com mais compromisso e satisfação, independente da qualidade da relação.

O efeito pós-sexo, que dura pelo menos 24 horas, de acordo com o estudo, foi igualmente notado em homens e mulheres. O resultado da pesquisa foi publicado no “Journal of Management”, assinada pelos autores Keith Leavitt, Christopher Barnes, Trevor Watkins e David Wagner.

“Manter um relacionamento saudável inclui uma vida sexual também saudável e ajuda os funcionários a ficarem felizes e envolvidos no trabalho, o que beneficia as organizações onde trabalham”, disse Leavitt.




“A relação sexual desencadeia a liberação de dopamina, um neurotransmissor associado à região de recompensa do cérebro, assim como a oxitocina, que corresponde à interação social e ao apego. Isso torna o sexo um incentivador natural do humor, com efeitos que se estendem até o dia seguinte”, completou.

A pesquisa também concluiu que o conflito entre trabalho e família reduz a probabilidade de ter relações sexuais na mesma noite. “Fazer um esforço intencional para manter uma vida sexual saudável deve ser considerada uma questão de sustentabilidade do ser humano e, como resultado, uma possível vantagem para a carreira”, explicou Leavitt.