Uma planilha, entregue por um ex-executivo da Odebrecht, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, em suas delações premiadas, mostra quem são os políticos que mais receberam propina da empreiteira. Ao todo, a empresa pagou R$ 247 milhões em caixa dois, nas eleições de 2008, 2010, 2012 e 2014. Mas, o valor destinado aos políticos é ainda maior, já que no documento não aparecem os nomes de todos os acusados.




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here