Cientistas trabalham em criação de vacina contra acne que pode acabar com erupções na pele

A condição é parcialmente causada por bactéria facial, segundo pesquisadores

0
89

A cura da acne pode estar próxima: cientistas da Universidade da Califórnia estão trabalhando na criação de uma vacina que pode acabar com as erupções na pele, segundo informações do Dialy Mail. Apesar de ser um grande desafio descobrir o que causa as espinhas e cravos, esses pesquisadores desconfiam de uma bactéria facial.

O tratamento, segundo os responsáveis pelo estudo, seria capaz de acabar com as erupções cutâneas antes de elas acontecerem. Porém, a injeção precisa ser testada em pacientes antes de ser considerada uma possibilidade de cura. Até agora, o processo foi feito apenas em biópsias (procedimento com amostras de células e tecidos). A finalização dos testes pode levar até dois anos para ser finalizada.

Eric Huang, um dos autores, disse à Allure que a solução foi encontrada a partir da bactéria P. acnes, que existe no ambiente normalmente. Em quantidades pequenas, elas não são maléficas. Porém, em maiores quantidades, podem ser prejudiciais e causar acne.

— Encontramos um anticorpo contra uma proteína tóxica que as bactérias P. acnes secretam na pele, pois a proteína está associada à inflamação que leva à acne.

Isso significa que a vacina será capaz de bloquear a parte negativa dessa bactéria, responsável pela acne, sem matar as bactérias em si.




DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here